24 de julho de 2017

"Os níveis de concentração não foram os melhores"


"Foi uma primeira parte curta. Muitos erros, desconcentrações... Estamos a trabalhar bem, com uma carga física forte e não temos frescura física. Alguns jogadores também demonstraram alguma inexperiência, que é normal. O FC Porto foi claramente superior. Nós não fomos capazes de contrariar o adversário. Foi uma primeira parte muito má. Na segunda, demos bons indicadores e ficámos mais perto do que queremos. Tivemos várias oportunidades para marcar, mas não conseguimos. Há erros que temos de corrigir. A primeira parte foi manifestamente má. A segunda foi muito diferente"

"Penso que os erros individuais definiram o resultado, mais do que a organização defensiva. Não fomos agressivos o suficiente, não tivemos capacidade de ganhar bolas, de fazer faltas. Deixámos o FC Porto jogar e assim é complicado. A equipa não esteve mal a nível da organização, foram erros individuais, temos de admitir e corrigir. OS níveis de concentração não foram os melhores. Estamos a trabalhar, tenho a certeza que vamos estar muito melhores no dia 5. Estamos a preparar a equipa e, neste momento, falta frescura física"

"Sim, os reforços vão chegando, há muita juventude... O futebol português não é fácil. Gostaríamos de ter o plantel fechado logo quando arrancámos a pré-época, mas não foi possível por variadíssimas razões. Estamos cá para isso, para resolver problemas".

"Estes jogos fazem parte do crescimento. Na minha opinião, a equipa já evoluiu. Nesse jogo vamos ter uma evolução diferente da que tivemos hoje, disso não tenho dúvidas"