31 de agosto de 2017

Josué "Vitória foi uma honra!"

Tinha 16 anos, quando visitei Guimarães pela primeira vez na minha vida num torneio de futebol. Num dia de descanso, decidimos ir conhecer a cidade. Visitámos a Penha e quando me sentei a observar toda a cidade, via o estádio e pensei para mim "e se eu um dia jogasse aqui?" Uns meses mais tarde, e contra tudo aquilo que eu imaginaria, recebo O convite para aqui jogar. Nesse momento, eu sabia que era a minha oportunidade. Não hesitei. Fiz as minhas malas e com apenas 17 anos mudei-me para mais de trezentos km de distância da minha zona de conforto, em busca de um sonho, o meu. Hoje, passados 7 anos despeço-me de todos vocês, desta família que eu aqui fiz, que me tornou num jogador profissional, e que me acompanhou na maior jornada da minha vida, tornar-me um Homem. Palavras são insuficientes para agradecer o quanto eu estou grato pelo que fizeram por mim, por tudo aquilo em que me tornaram, por tudo aquilo que esta cidade me deu. Se dissessem à criança de 4 anos que só queria brincar com bolas de futebol, que um dia ia jogar neste grande clube, disputar uma taça de Portugal, duas Supertaças, e mais gratificante ainda, honrar este clube com a braçadeira de capitão, eu não acreditaria. Ninguém acreditaria. Este clube é uma verdadeira família que realiza sonhos! Obrigado a toda a instituição, a todos os meus colegas que me acompanharam, a todas as pessoas que se cruzaram comigo e me ajudaram, levá-los-ei a todos no meu coração. E, Vitória foi uma honra! 🖤⚔️
Uma publicação partilhada por Josué Sá (@josuesa3) a