20 de agosto de 2019

Ano de explosão de Davidson


Russos e turcos na mira


Lucas Evangelista em cima da mesa


18 de agosto de 2019

"Atacava aquela bola de forma convicta"


"Houve momentos do jogo em que poderíamos tomar melhores decisões. Noutros, tomámos boas decisões. Esse comportamento [algumas manifestações de irritação durante a segunda parte] faz parte do meu ADN. Dentro do meu trabalho, há muitas razões para exigir. Quero que, a cada dia, eles sejam mais competitivos"

"Os treinadores não são obrigados a fazer as três substituições. Não permitimos que o nosso adversário tivesse ocasiões flagrantes de golo. Quando o comportamento individual e coletivo é bom, não vale a pena alterar. Mantive a equipa como estava. Poderia eventualmente meter mais um central ou um ponta de lança para defender a minha baliza, mas controlámos bem o adversário. Tínhamos de ser mais competentes a controlar aquele lance [do golo do Boavista]. Se eu estivesse em campo, atacava aquela bola de forma convicta, contra seis ou sete homens"

"Fizemos um jogo de grande nível. Os jogadores trabalharam até à exaustão e lutaram para que o resultado fosse diferente. De forma merecida, estávamos em vantagem e procuramos aumentá-la. Correm-se alguns riscos quando se procura a baliza do adversário, mas é um comportamento que eu quero que a equipa tenha. Tivemos mais algumas oportunidades de golo. Só fizemos um. Sofremos um golo aos 90+4 minutos. Temos de aceitar o resultado"

"As pessoas que gostam de futebol viram o comportamento da equipa. O Vitória habituou, bem, a conseguir fazer resultados com um número grande de golos. Hoje, o Vitoria criou situações para fazer quatro, cinco golos. Todos os jogos são difíceis. Procurámos muito a baliza do adversário. Os jogadores tiveram um comportamento fabuloso. Levaram a ideia para o jogo. Só marcámos um golo. Queríamos mais"

"Resultado injusto"


"É um resultado injusto, mas temos de trabalhar para vencermos já a próxima partida"

"Acho que faltou um pouco mais de eficácia. Podíamos ter feito o segundo e terceiro golo, mas a bola não entrou. O futebol é assim, temos de continuar a trabalhar para procurar mais resultados positivos"

"Estamos a trabalhar para isso. Infelizmente hoje só marcámos um golo, mas estamos focados para trabalhar e ir lá (Bucareste) buscar esse resultado"

VÍDEO | Resumo do jogo

VÍDEO | Golo Davidson


Vitória nos jornais desportivos deste domingo





17 de agosto de 2019

Histórico de confrontos com Boavista


FONTE: zerozero

RESUMO

JOGOS
Portugal
V. GUIMARÃES
EMPATES
Portugal
BOAVISTA
Total12651 (40%)33 (26%)42 (33%)
Liga Portuguesa10642 (40%)30 (28%)34 (32%)
Taça de Portugal74 (57%)1 (14%)2 (29%)
II Div.125 (42%)1 (8%)6 (50%)
Taça da Liga10 (0%)1 (100%)0 (0%)
V. GUIMARÃES EM CASAJOGOS
Portugal
V. GUIMARÃES
EMPATES
Portugal
BOAVISTA
Total6136 (59%)9 (15%)16 (26%)
Liga Portuguesa5331 (58%)9 (17%)13 (25%)
Taça de Portugal21 (50%)0 (0%)1 (50%)
II Div.64 (67%)0 (0%)2 (33%)
BOAVISTA EM CASAJOGOS
Portugal
V. GUIMARÃES
EMPATES
Portugal
BOAVISTA
Total6415 (23%)24 (38%)25 (39%)
Liga Portuguesa5311 (21%)21 (40%)21 (40%)
Taça de Portugal43 (75%)1 (25%)0 (0%)
II Div.61 (17%)1 (17%)4 (67%)
Taça da Liga10 (0%)1 (100%)0 (0%)
CAMPO NEUTROJOGOS
Portugal
V. GUIMARÃES
EMPATES
Portugal
BOAVISTA
Total10 (0%)0 (0%)1 (100%)
Taça de Portugal10 (0%)0 (0%)1 (100%)

Boletim clínico da equipa principal


O Vitória divulgou o boletim clínico da equipa principal, antes do jogo frente ao Boavista.


Joseph:  O atleta sofreu um traumatismo na anca direita com lesão articular (rotura do labrum acetabular). Ausente dos treinos, em tratamento.

Ola John:  O atleta sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda. Integração progressiva com o grupo de trabalho a partir de segunda-feira.

Mikel Agu:  O atleta sofreu uma lesão muscular na coxa direita. Iniciou trabalho de campo.

André André:  Em processo de reabilitação. O atleta foi sujeito, no período de paragem competitiva (final de Maio), a intervenção cirúrgica a uma síndrome de haglund. Integração prevista para o mês de Agosto.

Wakaso:  Em processo de reintegração progressiva no relvado. O atleta foi submetido, no período de paragem competitiva (final de Maio), a intervenção cirúrgica ao joelho direito.